Plantão BK76

Lauro Chaman fecha com sucesso participação no Mundial de Paraciclismo

on

Pódio da Scratch. (Foto: Divulgação)

O paraciclista Lauro Chaman encerrou sua participação no Campeonato Mundial de Pista fazendo história para o paraciclismo brasileiro. Na atual edição, foram três medalhas, duas delas conquistadas no domingo, 2 de fevereiro. A competição, disputada na cidade de Milton, no Canadá, reuniu os melhores atletas do cenário internacional e serviu para somar pontos importantes no ranking paralímpico mundial.

Lauro, que havia levado a prata na prova de Perseguição Individual, voltou ao pódio em duas outras oportunidades. O brasileiro conquistou a medalha de bronze na prova de Scratch e ficou com a prata na Omnium após uma disputa muito acirrada contra o francês Dorian Foulon.

Com os resultados obtidos, Lauro Chaman concluiu uma das suas mais expressivas participações na competição e manteve uma incrível regularidade dentro da pista, marcando presença no pódio do mundial pelo quarto ano consecutivo. As medalhas renderam pontos importantes para ajudar o Brasil na corrida classificatória para as Paralímpiadas de Tóquio, que agora entra na reta final.

Lauro Chaman durante a prova. (Foto: Yuri Coghe/Divulgação)

“É muito gratificante quando conseguimos, dentro da pista, mostrar que todo o sofrimento dos treinamentos está dando resultado, que estamos caminhando no caminho certo. Fico feliz em mais uma vez estar representando a nossa seleção e colocando o Brasil no pódio da competição mais importante da modalidade. Agora é seguir focado na classificação e preparação para Tóquio. Muito obrigado a todos que estão envolvidos nesse projeto, e principalmente a CBC e o CPB por tudo que fazem pelo nosso esporte”, destacou Lauro Chaman.

O Brasil ainda contou com Luis Carlos Steffens, na 10ª colocação da Omnium, a equipe de velocidade formada por Lauro, Carlos e Steffens, que conquistaram a 9ª colocação na prova de Velocidade por Equipes, além da dupla formada por Márcia Ribeiro Fanhani (deficiente visual) e Maria Muller (Piloto), que mostraram muita força durante a prova de Velocidade Individual da categoria Tandem, avançaram até as finais, e completaram na quarta colocação, ficando muito perto do bronze.

Recommended for you

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novo