Estrada

Ribeirão Preto é pentacampeão do ranking brasileiro de Ciclismo de Estrada

on

Equipe durante o Brasileiro de Estrada. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

A equipe de ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/Secretaria de Esportes) sagrou-se pentacampeã do ranking nacional da categoria estrada da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo). Com 1857 pontos, o time ribeirão-pretano levou vantagem sobre Topazza Team, de Macapá-AP, que ficou com a segunda colocação, com 1354 pontos. Taubaté finalizou o “pódio”, com 1146 pontos.

O ano ficou ainda melhor para o ciclismo ribeirão-pretano, já que o atleta Cristian Egídio terminou na liderança do ranking individual na categoria elite masculina, com 484 pontos. A segunda colocação foi de Daniel Souza dos Santos, de Macapá-AP, com 455 pontos. Alan Valencio Maniezzo, também da equipe de Ribeirão, fechou a temporada com o terceiro lugar, com 438 pontos.

Pentacampeã nacional

Comandada pelo técnico Marcelo Donnabella, a equipe Ribeirão Preto fechou mais um ano com uma conquista nacional, assim como fez em 2012, 2013, 2017 e 2018. Com competições internacionais e calendário apertado ao longo da temporada, o triunfo ficou mais saboroso.

“A equipe desde 2012 vem se mantendo nas primeiras colocações. Mantemos a regularidade de sempre. Nós fizemos algumas provas fora do Brasil e acabou coincidindo com as etapas daqui, mas mesmo assim não afetou o ranking. Estamos muito felizes e esperamos que em 2020 mantenhamos essa regularidade”, declarou o treinador.

Mesmo no lugar mais alto do pódio em 17 provas ao longo da temporada, o treinador colocou todo o conjunto como fundamental pelo título, já que o mais importante é sempre somar pontos e estar na briga com os concorrentes, segundo ele.

“É um conjunto, às vezes nem a vitória é o mais importante. Algumas provas de estrada não ganhamos, mas ficamos em segundo ou terceiro. Assim fizemos bastante pontos no ranking. Tem vitórias, mas o mais importante para nós foi o conjunto”, falou Donnabella.

Egídio fatura o ranking pela primeira vez

Essa foi a primeira vez que o atleta ribeirão-pretano Cristian Egígio conquistou um título individual. Em outras oportunidades, ficou próximo como em 2018 quando terminou na quinta colocação.

Egídio foi o campeão no Individual. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

“Foi um ano muito bacana. Para conseguir ser o líder, tem que ser atleta regular, estar sempre nos pódios das provas que dão mais pontuação. Então, eu acredito que manter regularidade é o fator principal para conseguir ganhar. Eu já fui top 3 e top 5, mas ganhar é a primeira vez. Eu acredito que é reflexo de um ano de muita competição. Estou muito feliz e devo isso também a toda a equipe que me ajudou demais”, disse.

O ano

A equipe de ciclismo de Ribeirão Preto mais uma vez esteve presente nas principais competições do país, como o Campeonato Brasileiro de Estrada, Troféu Rei da Montanha, Prova Ciclística de São Salvador, entre outras.

No total, foram 23 provas em 2019, com 54 presenças no pódio, onde em 17 vezes ocupou o lugar mais alto e garantiu a melhor pontuação para o time.

Mesmo com o título nacional por equipes e o individual com Cristian Egídio, a temporada teve um brilho a mais como sendo a primeira vez que Ribeirão participou de provas fora do país, como na Argentina, Uruguai e Chile. Neste último país, Alessandro Guimarães ganhou uma etapa da Vuelta de Chiloé.

Porém, as festividades não serão longas. Em janeiro, a equipe viaja para duas etapas internacionais, onde pedalará representando o Brasil na Giro del Sol e na Vuelta a San Juan, ambas na Argentina. Agora, planeja também o próximo ano.

“Além de conquistar o título nacional, devemos festejar também o primeiro ano continental da equipe, ficamos em terceiro por equipes na Argentina e, no Uruguai, o Cristian Egídio foi vice-campeão geral. Foi um grande fato em 2019 nos tornarmos continental. Em 2020, vamos fazer bem mais provas fora do país”, finalizou o treinador.

Recommended for you

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *