Brasil

Ana Paula Polegatch é a melhor brasileira na resistência do Pan-Americano do México

on

Meninas que representaram o Brasil no México. (Foto: Divulgação)

Valendo vaga direta para Tóquio 2020, a prova feminina de resistência do Campeonato Pan-Americano de Ciclismo de Estrada 2019 foi palco de uma imponente disputa entre as principais nações do continente. Sob a altitude de mais de 2.500 metros, as atletas tiveram que demonstrar muita superação e garra para completar os 88km do percurso.

A seleção brasileira competiu com as ciclistas Ana Paula Polegatch, Camila Coelho, Clemilda Fernandes, Larissa Castelari, Tamires Radatz e Tatielli Valadares. As atletas foram acompanhadas pelo técnico Cássio de Paiva, o mecânico Eduardo Oliveira, e a fisioterapeuta Daniela Nogueira.

“Prova muito dura, disputada do início ao fim, mas consegui finalizar no pelotão principal, no TOP15. A chegada era na subida, terminei com câimbra nas duas pernas, foi uma prova de superação. Agradeço mais uma vez a oportunidade de defender a seleção em um evento internacional e parabenizo o trabalho de todas as companheiras de equipe”, destacou Ana Paula Polegatch.

Mesmo em um circuito bastante técnico e seletivo, com 14,7 km por volta, as atletas não economizaram força. A seleção mexicana apostou em uma estratégia completamente agressiva e desde os primeiros metros de corrida já dominou o pelotão principal, imprimindo um ritmo alucinante que em pouco tempo deixou o grupo dividido em várias partes.

Apenas cerca de 20 ciclistas conseguiram se manter na liderança da prova, entre elas as brasileiras Ana Paula Polegath e Larissa Castelari. As duas brasileiras fizeram uma prova muito consciente, sempre buscando o melhor posicionamento e reagindo rápido aos ataques das adversárias.

Na metade da prova, aproximadamente, a Mexicana Ariadna Gutierrez conseguiu escapar sozinha, e mesmo um trabalho de perseguição realizado em conjunto pelas demais seleções não foi suficiente para alcançar a jovem anfitriã. Faltando pouco mais de duas voltas para o final, em um total de seis voltas, uma nova sucessão de ataques voltou a selecionar o grupo, mas as brasileiras resistiram bravamente até o final.

Ana Paula Polegatch completou a prova na 15ª colocação geral (Elite/Sub-23), ficando em 10º lugar na Elite, enquanto Larissa Castelari foi a 16ª colocada na geral. O Brasil ainda contou com Clemilda Fernandes em 23º lugar e Tamires Radatz na 28ª colocação. Camila Coelho e Tatielle Valadares não completaram o percurso.

Recommended for you

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *