Bike Brasil

Pista de XCO da CIMTB na Bike Brasil está pronta para a edição 2018

em

R1 na pista em SP. (Thiago Lemos / CIMTB Levorin)

A pista de Cross Country Olímpico (XCO) da CIMTB da etapa Bike Brasil já está pronta. O percurso que estreou em 2017 é caracterizado principalmente pelos Single Tracks. A 3ª etapa está com as inscrições abertas e acontece entre os dias 24 e 26 de agosto. O atleta Rubens Donizete Valeriano (Sense Factory Racing) pedalou no evento no ano passado e contou sobre as características e os cuidados que o atleta deve ter ao pedalar neste percurso. De acordo com o organizador do evento, Rogério Bernardes, a pista vai passar por melhorias em 2018.

Visão da pista. (Imagem: Velo Viewer)

O atleta Rubens Donizete comentou que construir uma pista dentro de São Paulo não é uma tarefa fácil. “Ano passado foi a primeira vez que aconteceu CIMTB em São Paulo e eu achei que a organização não iria conseguir uma pista técnica. Mas, quando pedalei lá, me deparei com um percurso técnico e com muitos Single Tracks”, disse.

Rubinho comentou que para pedalar nesta pista, é preciso manter-se atento durante todo o percurso. “Tem que estar apto a pilotar a bike em Single Tracks, não tem subidas muito duras, mas exige muito. É um percurso praticamente 100% pedalável, um pouco perigoso porque é preciso manter a atenção redobrada, já que tem trechos estreitos e temos que passar com velocidade ali. Ou seja, se não estiver atento, o atleta pode bater o guidão em uma árvore por exemplo”, explicou.

O competidor ressaltou que é preciso fazer força durante todo o percurso. “É necessário ter preparo, porque mesmo sem subidas duras, o atleta precisa manter a constância. Acho uma pista muito divertida e difícil”, disse.

De acordo com o organizador do evento, Rogério Bernardes, este ano o percurso terá pequenos ajustes, sempre buscando melhorias. “Tivemos a competição apenas uma vez na pista, e a medida que o evento acontece, o percurso vai tomando forma. Este ano vamos ajustar pequenos detalhes para manter a fluidez do Cross Country Olímpico”, disse.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *