Estrada

Leandro Aguiar e Victória Reimali vencem o Grand Fondo 2018 em Conservatória

em

Leonardo Aguiar é campeão com 4h20m19s, superando a marca de 2017. (Foto: Ivo Gonzalez)

Com um clima perfeito – temperatura de 16º C na largada e 19º C na chegada, com vento fraco e neblina em vários momentos – mais de 1.500 ciclistas do Brasil e do exterior disputaram hoje da segunda edição do Gran Fondo New York Brasil, uma das principais provas de ciclismo de estrada do país, na cidade fluminense de Conservatória. Com o tempo de 4h20m19s, o mineiro Leonardo Aguiar foi o campeão do percurso longo, com 160km, de subidas pesadas, descidas e retas da Serra da Beleza, com uma altimetria acumulada de 2.832m.

Com esta marca, ele é o novo recordista da GFNY Brasil, superando Antônio “Pipo” Garnero, que venceu, no ano passado, com 4h28m18s. O pódio foi completado por Anderson Zomer, com 4h21m02, e Natan Mahler, com 4h21m30s.

No feminino, a vitória foi de Victória Martins Reimali, com 4h49m06, seguida por Maria Camila Gianella, com 4h51m19s, e Daniela Genovesi, com 4h51m45.

“Foi uma prova dura, com competidores de alto nível, o que valoriza a conquista. Não acreditava que iria ganhar. Foi uma realização. Mas fui mentalizando cada pedalada, cada quilômetro a mais. E no final foi uma realização”, afirma Aguiar, que no ano passado foi o sétimo colocado. “Como as subidas exigem muito, percebi que não estava rendendo como meus adversários, minha única chance de ganhar era fazer uma fuga no plano, que estava andando bem, aproveitando que o asfalto estava em excelente estado. Consegui me afastar do primeiro pelotão e fui abrindo. Depois o pensamento foi manter o ritmo e vencer. Graças a Deus que deu certo”.

Já a paulista Victória Reimali conseguiu o primeiro lugar em sua estreia no Gran Fondo New York Brasil.

“Foi uma competição muito boa, com percurso lindo, com excelente infraestrutura e adversárias fortes. Como seria uma prova longa, procurei manter minha estratégia de estar à frente do grupo feminino, pensando muito mais em como eu estava na prova do que me preocupar com as outras competidoras”, disse a campeã, que já reservou em seu calendário de competições estra na terceira edição do Gran Fondo New York Brasil.

Mais de 1.500 ciclistas participam da segunda edição do principal evento de ciclismo do Brasil, provas de 160km e 88km. (Foto: Ivo Gonzalez)

Para Maria Luisa Jucá, organizadora da prova ao lado da ex-jogadora de vôlei Fernanda Venturini, as mudanças feitas no percurso para a edição deste ano fizeram com que a prova ficasse mais técnica, o que agradou os ciclistas.

“Essas mudanças trouxeram grandes conquistas para os ciclistas de todos os níveis e estilos e que gostam de desafios. O percurso deste ano ofereceu subidas pesadas para aqueles que são especialistas nessa fase e também para os que são mais velozes, pois as retas, com asfalto liso, permitiram que eles impusessem um ritmo mais forte “, afirma Maria Jucá. “Para a terceira edição já temos novidades à vista”.

Ciclistas durante a prova. (Foto: Ivo Gonzalez)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *