OUTRAS NOTÍCIAS

Lauro Chaman vence a crono do Circuito Pan-Americano de Paraciclismo

em

Lauro é campeão na MC5

Com presença dos principais paratletas do continente, o Circuito Pan-Americano de Paraciclismo de Estrada começou neste sábado, 25 de agosto, em São Caetano do Sul (SP). O primeiro desafio foi a prova de contrarrelógio individual, que aconteceu na manhã do sábado e promoveu grandes disputas em todas as categorias.

A prova é válida pela classe C1 do ranking mundial. Os primeiros colocados, além do título de campeão, somam pontos importantes na briga pela classificação paralímpica para Tóquio 2020. O evento é aberto para homens e mulheres de treze categorias: Ciclismo (C1 a C5), Handbike (H1 a H5), Tandem B e Tricycle T1 e T2.

No contrarrelógio, os ciclistas largam individualmente com uma diferença de um minuto entre eles, vence quem estabelecer o menor tempo para completar o percurso. Os brasileiros dominaram a prova e conquistaram medalha de ouro em todas as categorias em disputa.

Após conquistar recentemente o vice-campeonato mundial na prova de contrarrelógio pela seleção brasileira, Lauro Chaman, da equipe Funvic/São José dos Campos, largou motivado e não desapontou a torcida, garantindo o primeiro ouro na competição. O brasileiro, que compete na Classe C5, agradeceu o apoio da torcida e destacou a importância da competição para o país.

“Feliz demais com a medalha de ouro na prova contrarrelógio. Sempre gosto muito de competir esse estilo de prova, então estava bastante confiante. A confederação está de parabéns em realizar um evento deste nível em nosso país. É muito confortável poder somar pontos para a corrida classificatória para Tóquio 2020 dentro do nosso próprio país, com a nossa torcida perto. Infelizmente não irei largar na prova de resistência para dar continuidade ao tratamento de recuperação do meu joelho, mas aproveito o momento para agradecer a Deus por tudo que tem feito na minha vida, minha família, amigos e todos os patrocinadores”, destacou Lauro.

Na classe C4, a vitória ficou com André Luiz Grizante, da SERC/São Caetano, enquanto na C3 o primeiro lugar foi conquistado por Jefferson Spimpolo, da Soul Cycles. “Vencer em São Caetano do Sul é muito emocionante. É uma cidade que tenho um carinho especial, sempre tive muito apoio aqui, então poder retribuir um pouco dessa gratidão através de uma vitória é indescritível”, destacou André Grizante.

Eduardo Pimenta levou ouro na MH4. (Foto: Divulgação)

Já na Handbike, bicicleta adaptada impulsionada pelas mãos, um dos destaques foi o atleta Fernando Aranha, do Clube São José dos Campos de Ciclismo, ouro na categoria Handbike MH4. Na Handbike MH3, Eduardo Pimenta, do Time Capital/BRB, dominou a corrida e terminou em primeiro.

O Circuito Pan-Americano de Paraciclismo de Estrada etapa Brasil é uma organização e realização da União Ciclística Internacional (UCI), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Paulista de Ciclismo (FPC), com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *