Brasil

Luiz Henrique Cocuzzi conquista prata no MTB dos Jogos Sul-Americanos

em

Luiz Cocuzzi na Chegada dos Jogos em Cochabamba. (Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)

O ciclismo brasileiro encerrou sua participação nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba 2018 com uma medalha de prata conquistada na tarde da terça-feira, 5 de junho, na prova de Mountain Bike XCO. No total, a equipe brasileira somou quatro medalhas, sendo outras três delas de bronze no Ciclismo de Pista.

A pista montada no município de Cerro San Pedro, contou com trechos técnicos e um alto grau de dificuldade que proporcionou momentos emocionantes de disputas acirradas entre os principais favoritos. A prova reuniu grandes nomes da modalidade na briga por medalhas. O Brasil foi representado por Bruna Saalfeld Elias e Luiz Henrique Cocuzzi.

Depois da forte chuva que caiu na véspera da corrida, o dia amanheceu com sol e pista seca, características que não favoreceram o perfil dos brasileiros, mas nada que pudesse tirar o brilho do atleta Luiz Henrique Cocuzzi, que vestiu a bandeira brasileira com muita determinação e conquistou a medalha de prata com o tempo de 1h28min03. O colombiano Fabio Castaneda marcou 1h26min18 e ficou com a medalha de ouro, enquanto o equatoriano William Mogrovejo levou o bronze com 1h28min13.

Cocuzzi comemora a prata na prova em Cochabamba. (Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)

“Foi uma prova muito dura. A partir da segunda volta eu comecei a sentir bastante desgaste e decidi adotar uma estratégia mais cautelosa, sem forçar demais, mas mantendo um ritmo constante para tentar garantir a medalha de prata. Acabou dando certo e fiquei muito feliz por colocar o Brasil no pódio do Sul-Americano. Agradeço de coração o apoio da torcida brasileira e também a confederação e o COB pela oportunidade de representar a seleção”, declarou Cocuzzi.

Bruna Saalfeld Elias defendeu a seleção na prova feminina. A ciclista, de apenas 18 anos, foi uma das atletas mais jovens do ciclismo no Sul-Americano e utilizou a competição para ganhar experiência visando os Jogos Olímpicos da Juventude, que acontece em outubro, na Argentina.

Mesmo com a pouca idade, Bruna fez bonito, representou muito bem a nova geração do ciclismo brasileiro e conquistou a oitava colocação geral, sendo a segunda melhor Sub-23. A medalha de ouro ficou com a colombiana Laura Valentina Restrepo, seguida pela argentina Augustina Maria Zapata com a prata, e a colombiana Leidy Cadena com o bronze.

Bruna Saalfeld. (Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)

“Estou muito satisfeita com meu resultado. Entreguei o meu melhor para representar o nosso país. A pista era completamente insana, com muitas subidas, muitas pedras. Mas apesar da altitude, eu estava me sentindo bem, a cada volta eu tentava manter o passo para não quebrar no final e aos poucos fui superando as dificuldades. Finalizei na oitava colocação e fico muito feliz por ter tido essa oportunidade de estar aqui, aprendendo, lutando para defender o ciclismo brasileiro. Também foi uma prova importante visando minha preparação para os Jogos Olímpicos da Juventude, então só tenho a agradecer a confederação pelo suporte e todo cuidado que recebemos aqui na Bolívia”, destacou Bruna.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *