Campeonato Brasileiro

Lauro Chaman e Tamires Radatz são os campeões brasileiro de crono em 2018

em

Lauro e Tamires são os novos campeões brasileiros de crono. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Teve início nesta quinta-feira, dia 28 de junho, o Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada Elite e Junior, com a prova de contrarrelógio individual.

Entre os favoritos da prova masculina, a margem de erro foi praticamente inexistente. A primeira posição ficou com o multicampeão de ciclismo olímpico e paralímpico Lauro Chaman, da Funvic/São José dos Campos. Atual campeão mundial de Paraciclismo de Pista e de Estrada, Lauro também acumula títulos no ciclismo olímpico, entre eles o primeiro lugar no último Brasileiro de Pista, disputado em Indaiatuba. Agora, foi a vez de cravar seu nome na história e garantir a medalha de ouro no contrarrelógio do Brasileiro de Estrada.

O paraciclista Lauro Chaman venceu na Elite. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

“Essa vitória é fruto de muita dedicação. Estou conseguindo manter um bom nível desde o mundial de pista do Rio, e isso está sendo motivador para alcançar novos resultados. Realmente hoje eu só tenho a agradecer a Deus por tudo que vem acontecendo na minha vida, principalmente por sempre poder contar com a minha família ao meu lado. Compartilho esse título com cada um deles. Aproveito para parabenizar a confederação pela organização do evento e agradecer a cada um dos meus apoiadores por acreditarem no meu trabalho”, declarou Lauro Chaman, bastante emocionado.

Lauro com a medalha de campeão brasileiro. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Lauro conseguiu manter uma excelente regularidade durante as quatro voltas estipuladas e finalizou sua participação com 38min06seg, tempo suficiente para comemorar mais uma vitória. O segundo lugar ficou com Cristian Egídio (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) que marcou 38min07seg, seguido por Flávio Cardoso (Funvic/São José dos Campos), em terceiro com 38min26s.

Pódio da Elite. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Na Elite feminino, a vitória ficou com Tamires Radatz.  Considerada uma promessa em 2016, quando conquistou o seu primeiro título nacional de contrarrelógio, na Sub23, em Joinville, a ciclista da equipe Avaí/FME Florianópolis/APGIF, não se deu por satisfeita e seguiu treinando forte para se firmar de vez entre os principais nomes da modalidade no país.

Tamires durante a prova. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Na crono, Tamires deu mais um passo importante em sua carreira ao conquistar o segundo título nacional, superando as principais favoritas ao título após pedalar os 21 km do percurso em 33min10seg. O resultado foi apertado, menos de um segundo, mas suficiente para garantir a vitória e arrancar lagrimas de toda a equipe que acompanhava apreensiva a classificação oficial.

Tamires exibindo a medalha de campeã brasileira. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

“Desde o ano passado venho treinando muito focada nesse brasileiro. O circuito foi muito legal, desafiador. Acredito que ser campeã nacional é o sonho de qualquer atleta. Eu já havia vencido na Sub-23 (2016) mas, agora, com o título na elite fiquei muito feliz e vejo que estou no caminho certo. Dedico essa vitória a todos da minha equipe que fizeram o possível para que eu pudesse chegar a essa vitória”, declarou Tamires.

Pódio feminino. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

A segunda colocação ficou com a campeã de 2017, Ana Paula Polegatch, que defende a equipe Memorial/Santos. Ana terminou a prova na segunda colocação com 33min11seg, ficando a apenas 0,932 centésimos atrás da campeã. Flávia Oliveira, que atualmente mora e compete na Europa, fechou o pódio em terceiro lugar com 33min13seg.

Sub23

Pódio Sub23 com André Gohr no lugar mais alto. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Na Sub23, prevaleceu a força e a dedicação do ciclista André Gohr, da equipe Funvic/São José dos Campos, especialista em provas de contrarrelógio, que ficou com a primeira colocação. Esse foi o segundo título consecutivo do ciclista.

Leonardo Finkler (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) completou a prova em segundo lugar e Gabriel Machado (Funvic/São José dos Campos) ficou em terceiro.

Pódio da Sub23 feminino. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

No feminino, Larissa Castelari de Lima, estabeleceu o melhor tempo, seguida por Ana Paula Casetta (Memorial/Santos Fupes) e Letícia Alana, segunda e terceira, respectivamente. “Atualmente estou competindo por uma equipe dos Estados Unidos, e voltar ao brasil e encontrar uma prova tão seletiva e disputada é muito legal. Fiquei feliz com a vitória e espero voltar ao pódio na prova de resistência”, comentou Larissa.

Outras categorias

Campeões brasileiros de contrarrelógio 2018. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Outras três categorias ainda comemoraram o título brasileiro: Gustavo Xavier (Audax Bikes) na Junior, Alex Malacarne (Bike Point/FMCE Içara/Imepel) na Juvenil, e Renan Vinicius dos Santos (Abec Rio Claro) na Infantojuvenil.

Entre as meninas, Giovanna Montanino (Clube de Ciclismo Só Pedal) venceu na Junior, Cecilia Vieira Lance (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) levou a melhor na Juvenil, e Luana Ferreira (Prefeitura Municipal de Rolândia) venceu na Infantojuvenil.

Programação


27/06 (18h30) – Congresso Técnico

28/06 – Prova de Contrarrelógio Individual
Todas as categorias a partir das 08h

29/06 (08:00) – Prova de Resistência (Estrada)
Todas as categorias femininas: Infantojuvenil, Juvenil, Junior, Sub 23 e Elite

30/06 (08:00) – Prova de Resistência (Estrada)
Categorias Masculino: Infantojuvenil, Juvenil e Junior

01/07 (08:00) – Prova de Resistência (Estrada)
Categorias Masculino: Sub 23 e Elite.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *