Brasil

Brasil treina no Velódromo do Rio visando Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018

em

Seleção de Pista no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)

A equipe brasileira de Ciclismo de Pista segue pedalando forte no Velódromo do Parque Olímpico da Barra da Tíjuca, no Rio de Janeiro. A instalação, gerenciada pela Autoridade Governamental do Legado Olímpico (AGLO), é a nova casa da seleção até os Jogos de Tóquio 2020. No momento, o grupo conta com oito atletas utilizando as instalações, alguns deles são campeões nacionais e medalhistas continentais.

Os treinamentos foram intensificados visando o próximo desafio da seleção, que será a participação nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, na Bolívia. Os ciclistas treinam diariamente na estrutura olímpica sob o comando do experiente técnico Emerson Silva, responsável por selecionar os nomes dos convocados para a próxima competição.

“A rotina de treinos visa a preparação dos atletas para as principais competições do calendário internacional. Durante as sessões realizadas no velódromo, os atletas passam diariamente por avaliações e a partir desses resultados serão selecionados os nomes para compor a seleção durante os próximos desafios”, destacou Emerson.

Atualmente participam do projeto os seguintes atletas: Ricardo Dalamaria, Fabio Dalamaria, Flávio Cipriano, João Vitor, Kacio Freitas, Gabriela Yumi, Carolina Barbosa, Wellyda dos Santos. A delegação também conta com o mecânico Eduardo Oliveira, que cuida da manutenção e ajuste das bicicletas.

Para os atletas, poder contar com uma estrutura de primeiro mundo em casa, igual a utilizada pelas principais potencias do esporte, é fundamental para atingir um alto nível de condicionamento e preparação.

“Quando recebemos a notícia que o projeto da confederação em parceria com o COB e a AGLO tinha sido aprovado ficamos muito felizes. Poder treinar em um velódromo de nível olímpico na nossa casa é muito importante para conseguirmos ampliar a nossa evolução para os próximos objetivos da seleção”, declarou Kacio Freitas, atual campeão brasileiro de velocidade e medalhista sul-americano.

Os próximos desafios da seleção brasileira serão nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, na Bolívia, disputados de 26 de maio a 8 de junho, a prova Ferinzuela de Pista (CL1/UCI), entre os dias 1º e 2 de julho, na Itália, e o Campeonato Internacional Cidade de Cali (CL2/UCI), na Colombia, nos dias 20 e 21 de julho.

Pista Rumo a Tóquio 2020
O Projeto Pista Rumo a Tóquio 2020 pretende trabalhar tanto com atletas potenciais, de nível olímpico e paralímpico, como atletas da categoria Junior, até 18 anos, a categoria de base dos principais campeonatos continentais e mundiais. A ação conta com equipe multidisciplinar e toda infraestrutura necessária para treinamentos e moradia dos atletas no Rio de Janeiro.

O Comitê Olímpico do Brasil está acomodando os atletas em dois apartamentos alugados em frente ao Parque Olímpico da Barra. A Seleção Brasileira vai treinar no velódromo ao longo dos próximos anos para a preparação para Tóquio 2020.

A gestão do Velódromo é administrada pela Autoridade de Governança do Legado Olímpico. O local é moderno e a pista é considerada uma das mais rápidas do mundo. Com capacidade para receber 2,5 mil pessoas, a instalação está disponível para treinamento de atletas profissionais e amadores, para projetos de inclusão social com crianças e para competições nacionais e internacionais.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *