Notícias

CBC amplia representatividade dos atletas em assembleia realizada no RJ

em

Termo de Cooperação CBC E MPT.
(Foto: Thiago Lemos/CBC)

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) realizou no último sábado (24/03), no Rio de Janeiro, sua 38ª assembleia geral ordinária com presença das federações estaduais afiliadas, comissão de atletas, conselho fiscal e demais membros. Na ocasião, as contas da entidade foram aprovadas e posteriormente foram apresentados relatórios técnicos e planos de trabalho para o desenvolvimento do ciclismo brasileiro.

O procurador chefe da Procuradoria Regional do Trabalho, Glaucio Araújo de Oliveira, iniciou a assembleia apresentando a importância de criar ações eficientes dentro do esporte contra o assédio moral e sexual. Após um amplo e importante debate, que incluiu o combate ao assédio moral e sexual, doping e manipulação no esporte, o presidente da Confederação, José Luiz Vasconcellos, assinou o termo de cooperação entre a CBC e o Ministério Público do Trabalho.

“Abrir esse debate no esporte foi necessário para juntos criarmos ações mais eficazes e especificas dentro de cada modalidade. A criação e ampliação de publicidade para esse assunto também é uma ferramenta fundamental e contribui principalmente na conscientização do que é o assédio sexual. O Ministério Público enaltece a posição da confederação com a preocupação sobre o tema e se coloca à disposição para contribuir no que for necessário”, destacou Ronaldo Curado Fleury.

Outra ação proposta com sucesso na assembleia, foi a ampliação do número de atletas com direito a voto na confederação. A entidade contava apenas com um representante da comissão dos atletas com direito a voto, mas agora ficou fixado que todos os atletas da comissão (cinco) farão parte de votações da assembleia.

“A confederação juntamente com a comissão de atletas apresentou essa proposta de ampliação do número de atletas que farão parte de votações e os membros presentes aprovaram com sucesso. Essa é mais uma ação positiva e democrática para o ciclismo brasileiro. Cada vez mais queremos essa aproximação dos atletas com a CBC. Essa troca de informações e cooperação de trabalho é fundamental para a organização da modalidade e sucesso do nosso trabalho”, declarou José Luiz Vasconcellos.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *