OUTRAS NOTÍCIAS

Lauro Chaman é destaque no primeiro dia do Brasileiro de Ciclismo de Pista

em

Indaiatuba ficou com a vitória na ‘quarteta’. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Nesta sexta-feira (1º), teve início o Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista Elite em Indaiatuba. As provas de Velocidade, Scratch, Perseguição e Pontos, marcaram o dia, com destaque para o paraciclista Lauro Chaman, da equipe de São José dos Campos (Funvic/Brasil Pro Cycling), que faturou duas medalhas de ouro.

O dia começou com as classificatórias da prova de Perseguição Por Equipes. A equipe ADI/Indaiatuba se classificou para a final com o melhor tempo e garantiu a medalha de ouro com 4min32s, contra 4min32s da equipe Clube de Ciclismo Só Pedal, que terminou com a prata. A medalha de bronze ficou com o Clube Maringaense de Ciclismo que marcou 4min48s. A equipe do Clube Fernandes de Ciclismo também garantiu a medalha de ouro após marcar 5min17s e vencer a Funvic/Brasil Pro Cycling com 5min19s na grande final. O bronze ficou com a equipe Memorial/Santos.

Clube Fernandes de Ciclismo ficou com a medalha de ouro na ‘quarteta’. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Para o ciclista Gideoni Monteiro, atleta da seleção que defende a equipe de Indaiatuba, começar com uma medalha de ouro é importante e ajuda na motivação para as próximas provas. “A Perseguição Por Equipes é uma prova que gosto bastante de fazer, então terminar com a medalha de ouro é motivador para seguir confiante nas demais corridas. Agora meu foco será na prova Omnium, que é a minha especialidade”, declarou Gideoni.

Nas provas de Velocidade Por Equipes, o Clube Maringaense de Ciclismo não deu chance para os adversários e dominou a competição garantindo o título brasileiro da prova masculina com Hugo Osteti, Fernando Sikora e Rauny Gonçalves. O domínio continuou na prova feminina, com Gabriela Yumi e Carolina Barbosa conquistando a medalha de ouro.

Lauro Chaman durante a scratch, onde conquistaria a primeira medalha de ouro do dia. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Na prova Scratch masculina, o paratleta Lauro Chaman, da equipe Funvic/Brasil Pro Cycling realizou uma prova completamente agressiva, deu uma volta no pelotão principal junto com Cristhian Novelo, da Green Piracicaba, e terminaram com ouro e prata, respectivamente. A medalha de bronze ficou com Fabio Dalamaria, do Clube de Ciclismo So Pedal.

Camila Coelho comemora a medalha de ouro. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

O primeiro lugar entre as mulheres ficou com Camila Coelho, da Memorial/Santos, que venceu com um potente Sprint final, superando Luciene Ferreira, da Funvic/Brasil Pro Cycling, e Ana Paula Casetta, do Clube Maringaense de Ciclismo, segunda e terceira colocadas.

Lauro Chaman comemora a conquista de duas medalhas de ouro. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Encerrando as provas desta sexta, os ciclistas disputaram as classificatórias da prova de velocidade e definiram os campeões da Prova Por Pontos. No masculino, Lauro Chaman mostrou mais uma vez porque é o atual campeão mundial de Paraciclismo e não deu chance para os adversários. Lauro dominou a prova e garantiu seu segundo título brasileiro nesta edição do campeonato.

“Essas medalhas são muito importante pra mim. É a primeira vez que eu participo do Brasileiro de Pista Elite e não esperava alcançar resultados tão importantes. Treinei bastante e estou muito feliz. Foi mais uma superação positiva para a minha carreira. Gostaria de parabenizar a Confederação Brasileira de Ciclismo pelo evento, o Comitê Paralímpico Brasileiro e a equipe Funvic pelo apoio, sem essas parcerias seria impossível chegar aonde estou hoje”, declarou Lauro Chaman.

Taise Benato ficou com o título da Prova Por Pontos. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Surpreendendo as principais favoritas, Taise Benato, da Memorial/Santos, acabou insistindo em um ataque solitário e deu uma volta nas adversárias, garantindo a medalha de ouro com 35 pontos. A prata ficou com Daniela Lionço, do Clube Fernandes de Ciclismo que somou 27 pontos, enquanto Ana Paula Polegatch, Memorial Santos, contabilizou 16 pontos e completou o pódio com o bronze.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *