Base

PR e ES dominam 2º dia do ciclismo nos Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017

em

Largada da categoria feminina. (Foto: Divulgação/CBC)

O segundo dia de provas dos Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017 começou com muita emoção na disputa da prova por pontos, que exigiu muita força e trabalho tático dos competidores. Na prova feminina, as atletas percorreram 30 voltas, enquanto os meninos enfrentaram 50 voltas.

Repetindo a dobradinha conquistada na prova de contrarrelógio, realizada na sexta-feira, o estado do Paraná voltou a fazer bonito e venceu a prova por pontos feminina com Julia Constantino (Colégio Olimpus) somando 20 pontos, seguida pela paulista Marcella Silva Sodre (Colégio Liceu São Paulo), que também marcou 20 pontos, mas pelo critério de desempate acabou ficando em segundo lugar, e pela paranaense Amanda Kunkel (Colégio Anglo Maringá) em terceiro com 19 pontos.

A ciclista Julia Constantino, 15 anos, já é uma atleta experiente em provas nacionais e soma diversas medalhas em campeonatos brasileiros de estrada e pista. A promessa do ciclismo nacional não escondeu a felicidade de vencer uma das provas preferidas da modalidade.

“Eu achei a prova bastante nivelada, todas as adversárias estavam bem preparadas. A prova por pontos é uma das provas que eu mais gosto de correr, por isso terminar com a vitória me deixa tão feliz. Agradeço também minha família e minha companheira de equipe Amanda Kunkel, que também fez uma excelente prova e conseguimos controlar bem as adversárias”, declarou Julia Constantino.

Masculino
A prova masculina também foi bastante acirrada do início ao fim. Já nas primeiras voltas, o grupo principal imprimiu um forte ritmo e acabou formando vários pequenos grupos que se revezavam na liderança em busca da pontuação, que contemplava os primeiros colocados a cada cinco voltas.

Matheus Scandian. (Foto: Foto: CBC/Divulgação)

Com uma tática arriscada e muita cautela, o jovem ciclista Matheus Scandian (UP Centro Educacional), 17 anos, que já representou a seleção brasileira, passou a dominar a segunda metade da corrida e com os pontos acumulados (30 pontos) venceu com sobra, garantindo a medalha de ouro para o estado do Espirito Santo.

“Esse é um estilo de prova mais rápida, e apesar de gostar mais de provas de montanha e contrarrelógio, resolvi ariscar uma tática mais audaciosa me resguardando no início e apostando tudo na segunda metade da prova. Acabou dando certo e estou muito feliz. Agora é pensar na prova final de resistência que acontece no domingo e tentar brigar mais uma vez pelo pódio”, declarou Matheus.

A segunda colocação foi conquistada pelo cearense Gabriel Candido de Sousa (EEEP de Pacatuba) com 18 pontos, seguido pelo maranhense Francisco Manuel dos Santos (Colégio Urbano Santos), que somou 17 pontos.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *