DH

Bruno da Silva é campeão da 2ª etapa da Copa São Paulo Open de Downhill

em

Pódio da categoria elite (Crédito: Divulgação)

O ciclista Bruno da Silva, da cidade de Cachoeira de Macacu (RJ), conquistou no domingo – 18 de junho – a vitória da segunda etapa da Copa São Paulo Open de Bike Downhill, em São Vicente (SP), no Morro da Asa Delta. Na última descida da final, o atleta fluminense superou em pouco mais de três segundos o até então líder, Guimerton Ribeiro, paulista de Socorro.




Bruno cravou o tempo de 1:50:300, contra 1:53:800 de Guimerton. Completaram o pódio da categoria elite os atletas Wallace Miranda (1:58:400), Gabriel Oliveira (1:58:500) e Pedro Torres (1:58:500).

Para Bruno da Silva, a vitória foi a chance de dar a volta por cima após a abertura da Copa São Paulo Open de Bike Downhill, realizada em fevereiro. Naquela ocasião, também na pista de downhill de São Vicente, Bruno classificou-se em primeiro lugar para a final, porém cometeu um erro decisivo que o tirou do pódio, finalizando em sexto lugar na etapa vencida pelo espanhol Javier Guijarro. Desta vez, o ciclista teve uma descida perfeita na pista de MTB da Asa Delta Racing, garantindo a vitória.

“Pude mais uma vez ficar entre os melhores aqui na pista de São Vicente. Fiz minha estreia em 2016 no local e venci. Após a sexta colocação na abertura da Copa SP de Downhill, em que competi com uma bike emprestada por um amigo e tive uma queda, fui muito feliz de ganhar esta etapa, que gostaria de dedicar ao meu pai, Mauro Jorge, meu grande incentivador. Sem ele nada seria possível”, destacou Bruno, de 19 anos.

“Desta vez consegui vir com a minha bicicleta, que estava no conserto na etapa de fevereiro, acertei bem minha descida, em uma pista muito fácil de se errar, porque é muito técnica. Me senti bem, me diverti e consegui mais uma importante vitória na minha carreira”, completou o atleta, que é campeão carioca de downhill e tem também um vice-campeonato brasileiro (CBMTB) no currículo na modalidade.

Terceiro colocado na abertura, Guimerton Ribeiro subiu mais um degrau em relação a disputa anterior e se demonstrou satisfeito com seu desempenho. “Fiz uma descida boa, porém por eu estar competindo com uma bike de enduro e não de downhill, cometi alguns erros pequenos que me deixaram um pouco longe da vitória. Mesmo assim, considero que fui bem e estou satisfeito. A corrida foi show de bola, com uma estrutura boa. Os organizadores estão de parabéns”, comentou Guimerton, atleta de 25 anos, vice-campeão da etapa.

Assim como Guimerton, o terceiro colocado Wallace Miranda não poupou elogios a Copa SP de Downhill. “A etapa foi muito legal. Os organizadores investiram bastante na estrutura do evento e a festa foi bacana, tanto para quem anda, quanto para quem acompanha. A pista desta vez estava bem rápida, bem divertida e a galera curtiu muito. Fiz uma descida cautelosa, mas avalio que foi um resultado legal. Neste ano estou focado no enduro, mas utilizo as provas de downhill para me manter em dia nos treinamentos e bem ranqueado”, contou Wallace.

Atleta local é destaque com o 3º melhor tempo geral – Apesar de não ser um ciclista integrante da elite, Lucas Silva, natural de São Vicente, fez nesta etapa o terceiro melhor tempo do dia, o que lhe garantiu por consequência o título da sua categoria, a sub-30. Mecânico na loja Bike Santos, o atleta treina apenas aos finais de semana, buscando patrocínios para poder viver do esporte. Sua descida era a melhor, com o tempo de 1:56:400, até que Bruno Silva e Guimerton Ribeiro conseguiram lhe ultrapassar.

“Consegui melhorar meu tempo em relação a primeira etapa, quando fiz em 1 minuto e 57 segundos, ou seja, baixei um segundo e levei outra vez o título da sub-30. Não fiquei tão satisfeito, porque não consegui treinar como gostaria na manhã deste domingo, mas acho que foi bom”, comentou Lucas. “Espero que tenhamos mais campeonatos assim aqui em São Vicente. O esporte está crescendo, e a partir de agora poderemos utilizar o teleférico para subir o morro da Asa Delta. Está bem bacana. Espero que continue melhorando, bem como o surgimento de possíveis apoios para eu seguir pedalando Brasil a fora”, concluiu o ciclista de 23 anos.

Mais campeões – Além da elite e da sub-30, outras 11 categorias conheceram seus campeões da segunda etapa neste domingo. Foram eles: Gabriel dos Santos (sub-23), Marcos Gonçalves (Master A), Danylo Westin (Master B), Carlos “Minhoca” Nascimento (Master C), Sérgio Rossi (Master D), Carlos Patron (master E), Claudeonor de Souza (junior), Matheus Westin (juvenil), Cayque Westin (infanto-juvenil), Reinaldo Alves (rígida master), Alexandre Santos (rígida júnior).

Novidade da etapa – A principal novidade da Copa São Paulo Open de Bike Downhill neste fim de semana foi a liberação do teleférico, de forma gratuita, para a subida dos pilotos nos dois dias de competição. O uso do teleférico continuará sendo feito pelos ciclistas após a competição, um grande legado conquistado pelo evento, podendo os atletas treinarem utilizando-se da ferramenta diariamente, ao custo de 15 reais por dia (até quatro subidas neste período).

A pista – Assim como na abertura, a prova teve largada no alto do Morro da Asa Delta, com altitude máxima de 180 metros e uma pista com extensão de aproximadamente 900 metros em uma trilha natural. Aqueles que fizeram os cinco menores tempos na categoria subiram ao pódio, obedecendo a ordem de classificação do menor ao maior tempo, sendo declarado vencedor da etapa o participante que fez o percurso em menor tempo na descida oficial.

Primeira etapa – Realizada nos dias 11 e 12 de fevereiro, a abertura da Copa São Paulo Open de Bike Downhill teve a vitória do espanhol Javier Guijarro na categoria Pró. O ciclista deu a volta por cima após ser apenas o sexto colocado no qualify e ganhou o título da primeira etapa. Ao lado de Javier e do vice-campeão, Gabriel Gianinni, subiram no pódio outros três brasileiros, Guimerton Ribeiro, Wallace Miranda e Gabriel Oliveira, entre terceiro e quinto lugares, respectivamente.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *