Estrada

Ramiro Rincón, da Funvic, é o Rei da Montanha da 78ª Volta a Portugal 

em

Ramiro Rincón na premiação final em Lisboa. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Ramiro Rincón na premiação final em Lisboa. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

O ciclista Wilson Ramiro Rincón Dias, da equipe brasileira Funvic Soul Cycles & Carrefour, conquistou um grande resultado na 78ª edição da Volta Ciclística a Portugal, encerrada neste domingo, dia 7 de julho, com um contrarrelógio individual de 32 km, com largada em Vila Franca de Xira e chegada em Lisboa.

Ramiro Rincón, como é mais conhecido o ciclista colombiano, sagrou-se campeão geral de Montanha, com 70 pontos e deu a equipe brasileira seu resultado mais importante na Europa até agora.

“Sem dúvida foi um grande resultado, o melhor que já conquistamos na Europa. O Ramiro veio em grande forma e ‘brigou’ muito bem nos principais prêmios de Montanha, sempre contando com o apoio de seus companheiros de equipe. Estão todos de parabéns e agora passamos a pensar no Tour da China, que acontecerá no próximo mês”, afirma o técnico Benedito Tadeu Júnior, o Kid.

A prova em Portugal é conhecida por ser uma das mais duras do circuito Europeu. “O percurso é muito duro e os ciclistas, principalmente das equipes portuguesas, chegam em grande forma e isso dificulta para todos, mas o resultado está aí. Foi uma belíssima prova para a nossa equipe”, finaliza Kid.

Ramiro após a etapa de contrarrelógio individual. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Ramiro após a etapa de contrarrelógio individual. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Ramiro se disse muito feliz com o resultado. “Foi um grande resultado, trabalhamos duro e contamos com a ajuda de todos e conseguimos conquistar a camiseta azul. Estou muito feliz e agora penso só em descansar um pouco”, afirmou o ciclista.

Na classificação geral, Ramiro Rincón também foi o melhor colocando, terminando na 25ª colocação. Entre os brasileiros, o melhor foi Alex Diniz, na 51ª posição.

CAMPEÃO GERAL
O título geral da 78ª edição ficou com o português Rui Vinhas, da W52-FC Porto. Ele terminou com o tempo de 40h57min56, deixando seu companheiro de equipe e campeão das duas últimas edições, Gustavo Veloso, em segundo lugar, a 1min31.

Rui Vinhas comemora título geral da competição. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Rui Vinhas comemora título geral da competição. (Foto: Luis Claudio Antunes/Bike76)

Como consolo, restou ao espanhol Gustavo Veloso, a vitória no contrarrelógio final e a camiseta de campeão de Meta Sprint. Alexander Vdovin, da Lokosphinkx, foi o campeão Sub23.

Recomendado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *